Políticas da Conferência

Processo de Avaliação pelos Pares

Os papers submetidos ao SEMCREA são avaliados pela comissão científica do evento, formada anualmente por diferentes pessoas com formação em ciência da religião de várias regiões do Brasil. Embora o SEMCREA seja um evento discente do PEPG em Ciência da Religião da PUC-SP, não são os estudantes quem avaliam as submissões. Essa avaliação é feita sempre em pares, ocultando dos avaliadores a autoria dos papers. Os melhores trabalhos são, então, selecionados para serem apresentados na data do evento.

Especial atenção é solicitada aos pareceristas para que seja distinguida a pesquisa acadêmica da efetiva aplicação profissional da ciência da religião. Em outras palavras, que verifiquem se foram pensadas possibilidades de uma atuação prática de cientistas das religiões, e não simplesmente em campos de pesquisa para a ciência da religião. Contudo, textos com discussões teóricas sobre a ciência da religião aplicada em si podem ser aceitos pela comissão.

Os pareceristas também são orientados a vetar trabalhos que possam fragilizar, seja profissionalmente ou moralmente, a imagem da ciência da religião frente às outras ciências e à sociedade.

 

Política de Acesso às Edições Anteriores

Os textos das apresentações que compõem o SEMCREA são de acesso livre e estão disponíveis para leitura através dos Anais do evento, em benefício de quem tiver interesse. Além disso, as apresentações são gravadas na íntegra pela TV PUC-SP e disponibilizadas gratuitamente na Internet.

 

Considerações sobre Ciência da Religião Aplicada

A organização do evento entende por “Ciência da Religião aplicada” a aplicação prática dos saberes da ciência da religião, em uma extensão e devolutiva à sociedade, visando a uma ação remunerada e de utilidade pública por parte de cientistas das religiões. Textos sobre isso podem ser encontrados nos seguintes documentos, que recomendamos que sejam referências aos debates:


Sobre ciência aplicada

BUNGE, Mario Augusto. Ciência e desenvolvimento. Belo Horizonte; São Paulo: Itatiaia; USP, 1980.

PEIRCE, Charles Sanders. Book II: The classification of the sciences. In: PEIRCE, Charles S. Collected papers of Charles Sanders Peirce. v. 1, principles of philosophy. Cambridge: Belknap, 1931, p. 73-137.

LOPES, Oswaldo Ubríaco. Pesquisa básica versus pesquisa aplicada. Estudos avançados, v. 5, n. 13, p. 219-221, 1991. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0103-40141991000300015&script=sci_arttext

ROLL-HANSEN, Nils. Why the distinction between basic (theoretical) and applied (practical) research is important in the politics of science. London: Contingency and Dissent in Science Project, 2009. Disponível em https://pdfs.semanticscholar.org/62f0/dced123c24c7bc89b7d0d72bfcf885634a43.pdf

BELL, Jacqueline; DONNELLY, Jim. Positioning applied science in schools: Uncertainty, Opportunity and Risk in Curriculum Reform. Leeds: University of Leeds, 2007. Disponível em https://web.archive.org/web/20111003001238/http://www.education.leeds.ac.uk/research/files/78.pdf


Sobre ciência da religião aplicada

STERN, Fábio L.; COSTA, Matheus Oliva da (Orgs.). Ciência da religião aplicada: ensaios pela autonomia e aplicação profissional. Porto Alegre: Fi, 2018. Disponível em: https://www.editorafi.org/506religiao

COSTA, Matheus Oliva da. Ciência da Religião Aplicada como terceiro ramo da Religionswissenschaft: história, análises e propostas de atuação profissional. 253 f. Tese (Doutorado em Ciência da Religião) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2019. Disponível em https://www.academia.edu/39683803/_TESE_CI%C3%8ANCIA_DA_RELIGI%C3%83O_APLICADA_COMO_O_TERCEIRO_RAMO_DA_RELIGIONSWISSENSCHAFT_Hist%C3%B3ria_an%C3%A1lises_e_propostas_de_atua%C3%A7%C3%A3o_profissional

CAVALLIN, Clemens. Applied religious studies: four ideal types. In: ENSTEDT, Daniel; LARSSON, Göran; SARDELLA, Ferdinando (Red.). Religionens varp och trasor: en festskrift till Åke Sander. Borås: Responstryck, 2016, p. 147-166. Disponível em: https://www.dropbox.com/s/9j2prcnooq8zj5m/CAVALLIN%20-%20Applied%20religious%20studies%20%282016%29.pdf?dl=0

GOMES, Ana Carolina. As ciências da religião: perspectivas de aplicabilidade na educação sociopolítica e nas relações internacionais. Último Andar, São Paulo, v. 31, p. 181-194, 2018. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index.php/ultimoandar/article/view/37246

JENSEN, Tim. O estudo acadêmico laico (ou não-religioso) da religião como base para comunicação e compreensão interculturais. In: MARANHÃO Fº, Eduardo Meinberg de Albuquerque (Org.). Política, religião e diversidades: Educação e espaço público. v. 1. Florianópolis: ABHR; Fogo, p. 50-75, 2018. Disponível em: http://abhr2018.paginas.ufsc.br/files/2018/10/ABHR-2018-Volume-1.pdf

SANTOS, Rodrigo Oliveira dos. Ciência da religião e transposição didática: compreensão e impacto no ensino religioso. PLURA: Revista de Estudos de Religião, Juiz de Fora, v. 9, n. 1, pp. 30-55, 2018. Disponível em: http://www.abhr.org.br/plura/ojs/index.php/plura/article/view/1477

TWORUSCHKA, Udo. Ciência prática da religião, considerações teóricas e metodológicas. Ciberteologia: Revista de Teologia & Cultura, São Paulo, v. 10, n. 47, p. 110-123, 2014. Disponível em: http://ciberteologia.paulinas.org.br/ciberteologia/index.php/notas/ciencia-pratica-da-religiao-consideracoes-teoricas-e-metodologicas/

 


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .


Anais do 3º Seminário de Ciência da Religião Aplicada (2019)
Anais do 2º Seminário de Ciência da Religião Aplicada (2018)
Anais do 1º Seminário de Ciência da Religião Aplicada (2017)


O Seminário de Ciência da Religião Aplicada (SEMCREA) é um evento discente anual do Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciência da Religião da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), e tem como objetivo semear contribuições e aplicações profissionais que cientistas das religiões podem apresentar à sociedade.