, Fórum PAS - Prática em Atenção à Saúde 2013

Tamanho da fonte: 
Recolorindo o Habiteto: projeto de intervenção sobre álcool e drogas
Fábio Miranda Junqueira, Sarah Dantas Queiroz Bezerra, Thais Mayor Simonatto, Thamiris Messias Lera, Tiago Silva Rodrigues, Tamiris Amaral Castillo, Thays Brunelli Pugliesi, Rodolfo Passos Almeida, Rodolfo Fischer Morelli, Stephanie Caroline Barbosa Bologna

Última alteração: 2016-11-08

Resumo


O presente trabalho teve como local de realização a Escola Municipal Walter Carretero localizada no bairro Habiteto, no município de Sorocaba. O objetivo foi conscientizar e informar 32 alunos de nove a doze anos do 5º ano sobre os efeitos do consumo de álcool e drogas no organismo, e a apresentação de outras formas de entretenimento que não relacionadas a esse universo. Para isso houve uma conversa com as crianças sobre o tema, na qual houve um intercambio de experiências entre o grupo e os alunos da escola, além do esclarecimento de eventuais dúvidas que eles apresentaram. A partir do relato das crianças permitiu a percepção do grande convívio dessas com o trafico, consumo e a violência relacionada ao mundo das drogas. O tema “álcool e outras drogas” serviu de base para que as crianças construíssem desenhos. Estes, por sua vez, embasaram a construção de um grafite no muro da quadra da escola, cujo desenho representa uma rota oposta ao universo de álcool e outras drogas retratado pelas crianças, como forma de relembrá-los a verdadeira essência da infância, ou seja, um cotidiano focado em educação, brincadeiras, esportes, saúde e afeto, que são encontrados longe do mundo das drogas. A escolha do grafite se deu por dois motivos principais: primeiro, por ser parte do universo cultural das periferias brasileiras, sendo que o Habiteto se encaixa nessa categoria; segundo, porque a arte é uma forma de expressar sentimentos e pensamento que as palavras, por vezes, não conseguem transmitir. Houve uma explicação do significado do grafite para as crianças, para que elas relembrassem a conversa e relacionassem o desenho ao tema “álcool e outras drogas”. As crianças participaram da pintura do muro, relataram gostar da atividade e mostraram-se dispostas a passar o aprendizado para amigos e familiares.